olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida.

T I M E OFF

T I M E OFF

Hoje acordei estranha. Cansaço acumulado, pensei. Voltei-me para o outro lado e gozei mais uns minutos enrolada nos lençóis. Lá fora as rotinas habituais com os sons que as acompanham e eu, sem a pressa habitual, limitei-me a ficar. Abri os olhos. Espreitei o mundo lá fora, ignorando deliberadamente notícias, Twitter, Facebook, Instagram. 

Por vezes precisamos de ficar assim, à moda antiga, à espera que a notícias cheguem até nós, sem as procurarmos. Já não se usa e há muito que venho tentando regrar a minha ligação às redes que, pelas suas características, nos inundam e absorvem completamente. Por vezes apetece-me desligar, fazer que não estou, ligar-me à terra e viver sem filtros, sem a mecha de cabelo estrategicamente definida porque a fotografia vai ser publicada no instagram. Já ninguém acredita no instantâneo do instagram mas todos queremos este falso momento em que tudo parece perfeito. Dá-nos segurança, faz-nos sentir melhor e imaginar outras vidas.

A pressão para crescer é enorme, a não ser que façamos desta uma abordagem sem objectivos, muito orgânica e real, como é a vida quotidiana. Um dia comemos um gelado, no outro fotografamos as unhas dos pés com aquela cor que acabámos de descobrir. Não é assim, a vida real? 

Por vezes canso-me deste jogo do gato e do rato, este toca e foge entre o que é e o que parece ser, das perguntas sobre o que faço ou deixo de fazer numa conta que é minha mas que não é exactamente minha. É do urbanista e, embora a urbanista seja eu, eu não sou apenas o urbanista. A conta tem vindo a crescer porque o crescimento no instagram é mesmo assim: atrás de um vem outro e outro e mais outro até perdermos o controlo a quantos nos seguem. Porque gostam do que escolhemos publicar. Porque querem saber mais sobre a nossa vida. Obrigada por isso, por estarem lá, com a curiosidade natural de quem acompanha um projecto desta natureza. No entanto, talvez por isso mesmo seja tão importante deixar a vida em suspenso e, simplesmente, viver. Por muito que isso me custe gostos ou seguidores, experimentem viver sem espreitar, ou parar para publicar no instagram. Vão ver que a vida tem um sabor diferente, a vida vai fluir, a realidade vai expressar a sua energia e vão poder sentir o agora. Agora é já ♡

 

 

 

Os 5 predadores do assédio sexual

Os 5 predadores do assédio sexual

Skinny Jeans? Bye skinny Bye!...

Skinny Jeans? Bye skinny Bye!...