Paula_C.jpg

olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo e tendências urbanas.

Saudável instagramável: (mais) novos locais saudáveis em Lisboa...

Saudável instagramável: (mais) novos locais saudáveis em Lisboa...

Eu sei que este artigo pode gerar muitos cliques, que talvez até se torne popular e que, meses depois de ser publicado, continuará a ser consultado como aconteceu com a sua primeira versão (ler aqui).

Este não é o texto que vocês precisam ler sobre alimentação saudável porque mistura o lado mais sedutor e apaixonado da comida com fotos no instagram e ingredientes que estão na moda. E que também são saudáveis. Mas, para falarmos de alimentação saudável, isso não chega. 

A comida ganhou um novo glamour depois do instagram. Há, aliás, para quase tudo na vida, uma era pré-IG e pós-IG ou seja, antes e depois do instagram. É válido, principalmente, para papas de aveia, sumos detox, tostas de abacate e, principalmente, panquecas. Bonitas? Apetitosas? De deixar água na boca... Sim! Não quer dizer que sejam saudáveis.

São instagramáveis, um conceito bastante diferente.  

Contudo, com ou sem fotos no instagram, eis um novo roteiro que poderão sempre consultar quando vos faltarem ideias de sítios cool - e saudáveis - em Lisboa. Alguns novos, outros assim-assim, incluindo repetentes da última lista, que podem consultar aqui. E sim, é impressionante a rapidez da multiplicação de novos espaços bonitos em Lisboa...

Amélia, a namorada no Nicolau

Rua Ferreira Borges, 101, Campo de Ourique, Lisboa [mapa]

Nunca a Ferreira Borges viu tanto movimento numa porta só. As filas são intermináveis e o sabor comprova a espera: irrepreensível, pois só assim se consegue servir e deixar o cliente a chorar por mais. Os sabores, texturas e aromas são mais ou menos os mesmos que encontramos no Nicolau, na Baixa, com um pátio quase secreto que nos fará esquecer a falta de luz na sala da Amélia e trair o Nicolau nas tardes quentes do Verão em Lisboa. 

La Boulangerie

Rua do Olival, 42, Lapa-Estrela, Lisboa [mapa]

Imaginem o seguinte cenário: Lisboa cinzenta, tarde fria de Inverno a pedir uma bebida quente. Foi o que aconteceu quando passei à porta da La Boulangerie e me sentei à janela com um chá e um pain au chocolat, uma espécie de guilty pleasure (para ler em inglês com sotaque francês) muito guilty que não evito sempre que me cruzo com uma padaria verdadeiramente francesa. Sim...  demasiada gordura e poucos nutrientes mas a vida não se faz apenas de coisas saudáveis. Por vezes molhamos o pão no molho do bitoque e, mesmo sabendo que nada de bom poderá dali resultar, comemos com prazer e satisfação. Felizmente não passo todos os dias à porta da Boulangerie...

 Bowls & Bar

Rua de São Bento, 51, São Bento, Lisboa 1200-815 [mapa]

Cabem todos os ingredientes que a imaginação ditar, numa taça ligeiramente maior do que o habitual, num espaço de janelas abertas para a rua, deixando a luz e o mundo entrar. É espaçoso mas acolhedor, as plantas dão-nos aquela ligação à natureza que esperamos encontrar mesmo quando sabemos ser impossível, e a mistura de sabores é, para além de original, muito deliciosa. E saudável, com ingredientes frescos dos mercados que resultam em opções diversas que nos deixam com vontade de voltar para repetir.

Fauna e Flora

Rua da Esperança, 33, Madragoa, Lisboa [mapa]

Amei instantaneamente porque me deu aquela sensação de deja vu. É muito parecido com um famoso brunch spot em Amsterdão. Também pode ser uma outra espécie de Nicolau mas será, principalmente, uma Bakers & Roasters  (roteiro completo de healthy food em Amsterdão aqui, para quando viajarem). Sem fundamentalismos mas com preocupações com a origem dos ingredientes usando mais verdes do que ingredientes de origem animal. Em Lisboa, o Fauna & Flora reúne os ingredientes certos: boa luz natural e iluminação, mesas para partilhar, opções muito saudáveis a qualquer hora do dia, um serviço nota 10 e um empratamento que não deixa ninguém indiferente. Perfeito para encher o nosso feed do instagram de coisas bonitas (saudáveis e saborosas!). 

Juicy Lisboa

Rua de S. Julião 70, 1100-048 Lisboa [mapa]

Juicy é sinónimo de sabor e prazer, se conjugado na versão do novo espaço de comida nova e saudável, sumos e cocktails deliciosos. Não sei se já será famoso, mas é seguramente candidato ao pão mais original de Lisboa: o flat bread é um pão plano integral, exclusivo do Juicy, cozinhado em forno de lenha e preparado diariamente com uma massa que mistura de especiarias do médio oriente (za’atar). É simplesmente delicioso e rico, com recheios que fazem crescer água na boca. Para além da questão instagram, todos os produtos são naturais e, na maior parte, provenientes de produtores locais. Não usam proteína animal, conservantes ou açucares refinados, zero gorduras trans ou outros químicos que podem melhorar o sabor mas têm aquele toque artificial que, definitivamente, aqui não conseguimos encontrar.

The Therapist

LxFactory, Rua Rodrigues Faria 103, Alcântara, Lisboa [mapa]

Sobre o The Therapist poderia escrever muitas coisas, sendo a principal o facto tão simples de me fazerem comer sopa sempre que lá vou. Não aprecio sopa mas tenho a dizer que a sopa do The Therapist é qualquer coisa de especial. Eu sei o segredo (vantagens de já ter partilhado a cozinha com a Chef, no brunch urbanista!...) e não vou contar porque é tão simples que faria perder a magia desta sopa. Desconheço o segredo do bolo de chocolate mas garanto que é dos mais saudáveis e saborosos que já provei, bem como os brigadeiros, ou qualquer outra coisa que esteja disponível num local cuja filosofia é a qualidade dos ingredientes, sem lacticínios ou açúcares refinados, associada à ideia de que podemos (devemos!) deixar o mundo um sítio melhor do que o que encontrámos quando aqui chegámos.

Friendly Flamingo

Rua 4 de Infantaria, 3A, Campo de Ourique, Lisboa [mapa]

Altamente instagramável com música nas paredes e o ambiente millennial empreendedor e freelancer que caracteriza os tempos modernos. Pode dizer-se que é saudável porque tem taças de iogurte ou açai com granola e fruta. Mas também tem bolo caseiro todos os dias ou waffles com tantos toppings quanto(s) desejarmos (ou conseguirmos comer. A verdade é que não conseguimos. E rebolamos, ou ficamos a vegetar no sofá enquanto o trabalho espera por nós.

Nicolau Lisboa

Rua de São Nicolau, 17, Baixa, Lisboa [mapa]

Não tem nada que enganar. É já um clássico na baixa lisboeta para comer e fotografar, conseguindo equilibrar muito bem a componente "é bonito para fotografar" com a composição de ingredientes saudáveis. Não desilude e tem sempre fila pelo que não podemos chegar cheios de fome porque é (quase) garantido que esperamos...

Naked

Rua da Escola Politécnica, 85, Príncipe Real, Lisboa [mapa]

Passei muitas vezes à porta até me decidir entrar. Dizem que santos da casa não fazem milagres e vamos sempre mais longe do que é necessário para descobrir novos locais. O Naked é pequeno e muito confortável, com um serviço dedicado e cuidadoso, opções verdadeiramente saudáveis e, simultaneamente, bonitas para o feed do instagram. Um dois em um que só peca pela localização absolutamente turística. Mas, isso, é Lisboa inteira, não há nada a fazer!

My Mothers Daughters

Largo de São Sebastião da Pedreira 49, 1050-010 Lisboa [mapa]

Como o Naked, elevado à potência. Não é para meninos que acham que isto de comer saudável é juntar ricota e salmão fumado nas tostas ou deitar umas sementes em cima de umas fatias de abacate. A mãe não brinca e as filhas seguem-lhe as pisadas. A comida é natural com ingredientes biológicos e sazonais, com sobremesas absolutamente divinais, num espaço pequeno e decorado de forma sustentável, reciclando materiais e aproveitando outros. Um segredo bem guardado no centro de Lisboa.

Tapioca Oca

Avenida Dom Carlos I, 124, São Bento, Lisboa [mapa]

Fans de tapioca, esta é a tapioca. Conhecem a expressão THE something? Pois é: na tapioca oca viajamos num estalar de dedos até ao Brazil para provar tapioca à maneira e sem manias. Usam e abusam do keep it simple, como deve ser uma tapioca, às quais juntaram sumos naturais divinais. O local é inesperado mas tem cada vez mais locais deliciosos para experimentar.

Deli

Rua da Imprensa Nacional, 116F, Príncipe Real, Lisboa [mapa]

Não é nem deixa de ser e tinha tudo para ser. Mas é só assim-assim. Para quem gosta de bagels, é uma boa opção mas não é aquela opção verdadeiramente saudável como outras desta lista. Digamos que é o primeiro degrau em direcção a uma alimentação saudável porque apesar dos ingredientes e da selecção ir além da que nos oferecem as pastelarias tradicionais, ainda não explora as opções não refinadas, sem lacticínios ou açúcares.

 

 

 

Ela Canela

Rua Azedo Gneco, 74B, Campo de Ourique, Lisboa [mapa]

Não me importaria de transformar o Ela Canela na minha sala de estar, mantendo a cozinha para poder estalar os dedos e aparecer algo delicioso. E saudável!. É assim o Ela Canela: lindo, luminoso, despojado e muito saboroso, junto ao Mercado de Campo de Ourique. 

Luxo: 21 aspectos que definem o verdadeiro luxo

Luxo: 21 aspectos que definem o verdadeiro luxo

Privacidade?! A minha vida é um livro aberto.

Privacidade?! A minha vida é um livro aberto.