olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida.

Urbanista (always) Alive e NOS (todos) no instagram

Urbanista (always) Alive e NOS (todos) no instagram

    NOS Alive '17

A época já começou mas só arranca a sério quando as portas do NOS Alive se abrem. Por muito que queiramos passar-lhe ao lado, não sendo impossível é, pelo menos, difícil. Este ano faltei mas fiz-me representar por uma enviada especialíssima: a Leonor Wicke que fez de #urbanistagirl para tomar o pulso à edição de 2017.

O cartaz, sabemos, não desilude e percorre o espectro musical que abraça grupos de amigos com gostos diferentes. Dos clássicos (repetentes) Depeche Mode e Foo Fighters aos menos clássicos mas também em modo come back, The XX, Alt J e Imagine Dragons fizeram as honras da casa.

Confirma-se a conclusão de anos anteriores e este é cada vez um C'achella à portuguesa com muitas selfies e actividades paralelas ao que supostamente nos leva a um evento de música: os artistas. E os concertos, como o António Gosta Gomes tão bem resume.

Nada contra mas a minha opção de fazer um jejum de festivais também passa por um certo cansaço em relação a tudo o resto que acontece nestes dias... As combinações mal combinadas "porque já não nos vemos há imenso tempo" e venha de lá aquele abraço e a troca de palavras aos gritos junto a um dos palcos; as farturas porque tem de ser, "é só uma vez por ano" e o azedume durante horas a ferver num estômago cada vez mais habituado a comida natural; as olheiras até aos joelhos da noite mal dormida; as pernas em modo "morreram para a vida" a arrastarem-se depois da noitada seguida no ritual do habitual: um treino intenso que não perdoa a noite de borga; as fotos iguais a todas as outras procurando fazer diferente (mea culpa, também me deixo levar pela ditadura do instagram....); a indecisão na escolha do palco para perceber que não há escolha possível, são todos bons...

Tudo isto também é divertido e faz-nos sentir vivos mas, este ano, apeteceu-me sentir viva de outra forma... A própria Leonor não conseguiu ficar indiferente às fotografias em excesso que, quanto a mim, pouco ou nada contribuem para as boas vibes de um evento que é todo ele cheio de boas vibrações. Não são assim, os melhores dias das nossas vidas?

 

Quando a música começa, a emoção multiplica-se. Se a música nos unir, tanto melhor. A Leonor relata um dos melhores momentos, o discurso emotivo do vocalista dos Imagine Dragons apelando à união entre todos:

vivemos num mundo dividido, estamos divididos. Dividem-nos pela cor, nacionalidade religião, orientação sexual. Não deixem isso acontecer!
— Dan Reynolds, Imagine Dragons

Confesso que sinto um certo arrependimento de ter perdido os Foo Fighters. Rock é sempre rock e todas as oportunidades são boas para ouvir aqueles riffs de guitarra, como a @minimoia registou.

Foo Fighters ~ NOS Alive + 📷 @24sapo #sapo24 #nosalive #foofighters #livemusicphoto #musicphotography

A post shared by Rita Sousa Vieira (@minimoia) on

Consta que houve um casamento e um nascimento. Eu acredito porque, durante três dias, este é dos locais com mais mel em Lisboa. Nacionais ou estrangeiros, e nacionais com estrangeiros, é vê-los e ao amor no ar.... Elas são giras como tudo e esmeram-se nos looks. Está out aquele #ootd pré-festivaleiro que nos levava aos concertos com as calças largas e a tshirt velha. Concertos e festivais de música são todo um happening na nossa vida registado no instagram para o qual convém estar inesperadamente (impecavelmente) preparada. As tranças acontecem por causa do vento e a escolha da roupa foi tão casual que, por isso mesmo, a fotografamos em várias poses. Espontâneas e casuais também. Sabemos que não são. Entramos no jogo e gostamos. Hail às minhas queridas Rita Arriaga e Raquel Costa Gomes, um hello à minha desconhecida @nono_noxx para a melhor foto de conjunto que encontrei. Um big yes à @ritalisting que "roubou" a frase que eu certamente teria usado, um OMG à @diana_velho que não se deixa confundir com a parede mais famosa deste ano e, obviamente, a conta que faltava seguir, a Leonor Wicke, a incansável enviada #urbanista que gosta de se manter em privado...

 

still alive ✨

A post shared by Raquel Costa Gomes (@raquelcostagomess) on

Um #cliché para a despedida 💙 // #nosalive2017 #festivalstyle

A post shared by R I T A • A R R I A G A (@rita_arriaga) on

É esta parede nova que está na moda aqui no NOS Alive, não é? 🙌🏼🎉🍻 #NOSAlive #wearewtf #wtf

A post shared by Rita Listing (@ritalisting) on

embed Block
Add an embed URL or code. Learn more.
embed Block
Add an embed URL or code. Learn more.
O dia em que decidi ceder às tendências: vestido comprido e calças de ganga...

O dia em que decidi ceder às tendências: vestido comprido e calças de ganga...

O Método da Mafalda

O Método da Mafalda