olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida.

Diz-se: obrigada

Diz-se: obrigada

Há tempos escrevi um artigo sobre a importância de agradecermos. Dizer obrigada.

Digo muitas vezes obrigada e tento nunca me esquecer de agradecer alguma coisa a alguém. Mas, isso, não é o mesmo que estar grata. A gratidão é, para mim, todo um outro nível no que respeita a agradecer. Fui pesquisar e as palavras aparecem como significado umas das outras mas não creio que estar grato seja o mesmo do que dizermos obrigada. Tenho amigas que estão muitas vezes muito gratas por algumas situações ou momentos. E não pude deixar de pensar - I coulnd’t help but wonder já pensava a outra - se essa expressão será a que eu entendo por gratidão ou apenas uma expressão de contentamento. Estar grato resulta seguramente de satisfação mas não pode ser o mesmo do que estar contente. Isto para dizer que ontem me senti verdadeiramente grata. Agradecida por mobilizar tantas pessoas para me ouvirem falar sobre blogues e que, depois, começaram a seguir o urbanista.
A voz e a palavra têm sido, ao longo da minha vida, os meus instrumentos de trabalho. Passo a palavra, informação e conhecimento quase todos os dias da minha vida e sinto que é muito gratificante quando alguém mostra interesse por aquilo que tenho para ensinar ou quando aprende o que tenho para ensinar. Mas há uma diferença muito grande numa aula ou seminário, numa conferência ou um momento intimista como o de ontem que se transformou numa intimidade alargada, sem espaço físico para se alargar ainda mais. Ver pessoas tomar nota das nossas ideias, questionar para saber mais ou, simplesmente, agradecer o que tentámos dar é muito gratificante e, por isso, estou grata. No verdadeiro sentido da palavra.

 

Gabriela

Gabriela

Querem saber como se faz um blogue?

Querem saber como se faz um blogue?