olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida urbana.

O direito a...

O direito a...

Ser criança.

Viver em paz.

Ter abundância. De afectos. Pão na mesa.

Ir à escola e fazer escolhas. 

O direito de não reclamar os nossos direitos. De ser mulher, ser tratada enquanto tal e não pedir licença ou desculpa baseada em limitações de género fora de prazo. De fazer escolhas, das assumir, de usar o corpo como bem entendermos e deixar o amor fluir. Independentemente do género, das convenções sociais ou do que nos queiram impor.

O direito a ter direitos. É só isso que quero para ela ♡

Coisas que as mães não dizem (ou se esquecem de dizer...)

Coisas que as mães não dizem (ou se esquecem de dizer...)

Eu empreendo, tu empreendes, eles empreendem!

Eu empreendo, tu empreendes, eles empreendem!