olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida.

Rádio. 80 anos?...

Rádio. 80 anos?...

Só quem é da rádio sabe o que significa ser da rádio, o quer quer dizer a paixão da rádio ou o prazer que a radio nos dá, a ponto de fugirmos da família, deixarmos a sombra, o mar e o sol, para passar uma tarde, num estúdio, a falar sobre rádio.

Eu sou assim e não me arrependo. Não me trocava por outra, ou esta, por outra paixão. E sou feliz por ter, ao meu lado, quem entenda este amor e o respeite. Porque quem não é da rádio, acha sempre isto, muito estranho...

De facto, é pouco comum retirar um prazer singular do facto de nos fecharmos numa espécie de aquário, subirmos a via do microfone e nos convencermos de que o mundo nos escuta. Pode até ser. Ou ser apenas uma pessoa. O entusiasmo é igual.

Não sei explicar porque razão gosto tanto de rádio, nem quando este amor nasceu. Mas sei que jamais irá mudar. Porque ela, a rádio, não me desilude, mesmo que operadores, marcas ou profissionais o possam fazer. Que não fazem. Porque, normalmente, perdoamos (quase) tudo a um grande amor.

Demasiado emotivo para ser objectivo? Talvez. Os discursos de aniversário não servem para apontar o dedo a ninguém, mesmo que essa pessoa também tenha os seus defeitos. Porque tem. Não temos todos? Não é, também isso, que nos torna irresistíveis?....

Esta tarde, saí da praia, limpei a areia dos pés, tirei um vestido do roupeiro e fui para a rádio, juntar-me a Armando Carvalhêda, grande realizador de rádio e divulgador da música Portuguesa. Durante um dia, Armando Carvalheira conduziu uma emissão excepcional que percorreu os 80 anos da rádio pública e terminou, naturalmente, projectando o futuro da rádio. Também da rádio pública. Comigo. Um orgulho que não sei descrever. E ainda carimbei um postal que os CTT criaram, especialmente para os 80 anos da rádio pública,

#80anos #radio #longliveradio 

Nem sempre a música é apenas música...

Nem sempre a música é apenas música...

Pequenos almoços assim, todos os dias?