Paula_C.jpg

olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo e tendências urbanas.

Comer que nem uma besta (.)

Comer que nem uma besta (.)

Agora que aterrei na nova morada, resta-me (resta-nos) arrumar. Sem parar. Isso dá fome. Muita. Mesmo...

Estava eu a fazer uma pequena pausa, entre caixas e caixotes, comendo uma maçã e espreitando o instagram, quando me deparei com esta afirmação.

 @ipaulacordeiro

@ipaulacordeiro

Nem mais! Pensei... Ainda bem que estou com a maçã na mão. Fico livre de qualquer sentimento de culpa... #sqn ...

Andamos por aí cheios de coisas e comprimidos para isto, tratamentos para aquilo, o habitual "não consigo emagrecer" e mais não sei o quê. "Farto-me de fazer restrições, passo fome, não sei o que comer"... Ouço estas frases vezes sem conta... Nunca respondo. Não sei o que responder.

Porque, muitas vezes, também eu não sei o que comer. Mas acho que por razões diferentes. E, depois, como mal. Ou que nem uma besta.

Isto não faz bem. Aquilo é processado. O outro tem muitos conservantes. Aquele não tem nutrientes... E leio aquelas coisas sobre a chia, o tofu e as sementes. Gosto disso tudo e gosto da lógica de #cleaneating. Não me custa nada e até sabe melhor. Mas sem restrições. Só com a restrição lógica de evitar o que está provado que nos faz mal. E faz. Noto muito bem a diferença entre uma refeição #healthy e outra, repleta de gordura, sal ou farináceos processados.

Como? A esta hora ainda estou a digerir as fatias de #pizza do almoço. Apetecia-me. Apeteceu-me.  Escolhi, de entre um leque demasiado gordo, pesado e recheado, as mais simples. A uma delas ainda retirei a cebola. Antes de terminar a refeição já me sentia enfartada. Ainda petisquei um #crepe para cortar o sal e a gordura anteriores. Fiquei satisfeita, mas não fiquei bem. Porque saciei a gula, mas não as necessidades nutritivas do meu corpo. Isso nota-se imediatamente. 

Não me importo - e até gosto - de uma refeição fora das regras. Se, e quando, termino satisfeita. Não foi o caso. Por isso, enquanto comia esta maçã, fui escrevendo sobre esta nossa mania de nos ignorarmos e enfardamos o que não devemos. Porque também eu, que ando sempre a pregar para fazermos #healthychoices e, assim, evitarmos dietas restritivas, acabo por cair - não na tentação - mas na estupidez, de comer coisas que, conscientemente, sei que só fazem mal. 

Confessem lá, também são assim?...

 O problema não foi o crepe, sempre maravilhoso, da #creperiedasamoreiras, mas a pizza que nem teve direito a fotografia... 

O problema não foi o crepe, sempre maravilhoso, da #creperiedasamoreiras, mas a pizza que nem teve direito a fotografia... 

#urbanistagoesorganic #healthychoices #cleaneating

Gorda fit também é gorda ou chamam-lhe outros nomes?

A gaja é gorda

A gaja é gorda