olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida urbana.

to vegan or not to be

Não sou vegetariana. Já fui. Ou quase. O problema não é evitar a carne, porque lhe escapo com relativa facilidade. O problema é suprimir o peixe. Por isso, prefiro pensar num regime alimentar mais saudável, com menos carne (ou quase sem carne) e deixar rótulos para quem deles precisa.

O mais difícil, no processo, não é deixar de comer carne. Essa é a parte mais fácil. O pior é encontrar alternativas e aprender a cozinhar essas variantes. Comi muitas refeições más até encontrar as fórmulas para cozinhar de forma equilibrada e saborosa. Esse é o desafio.

Quando se pratica desporto ainda é mais complexo, pois há que escolher alimentos para o pré e pós actividade física: a primeira, à base de hidratos complexos para darem energia, a segunda, para repor os níveis.

Gosto particularmente desta combinação de banana e leite de arroz com sementes a decorar (hemp e chia): a banana oferece-me o potássio e magnésio que ajudam à função muscular. O leite fornece a proteína e carboidratos. Resulta melhor de manhã, mas também pode ser usado ao fim do dia, no regresso do ginásio. 

#vegan #diet #fit

sexy in the cold

sexy in the cold

if I had a bagel