olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida.

#ImNoAngel #ChooseBeautiful

Angel or no angel, todas as mulheres são bonitas. Gordas. Magras. Grandes. Petites. Altas. Baixas. Loiras ou morenas. 
A beleza não depende de padrões definidos. É bastante mais subjectiva. Não é charme, estilo ou sensualidade. Beleza é o que somos e menos o que queremos parecer. É o prazer de ajudar desinteressadamente. O sorriso que oferecemos que nos é quase sempre devolvido. Quem sorri sente-se bem. As mulheres que se sentem bem são bonitas, mesmo que se sintam, apenas, average. A beleza não tem nada a ver com corpos magros. Naquele anúncio, não há gordas. Há mulheres grandes e voluptuosas. O que é diferente de ser gordo. A gordura mede-se. A saúde também. Não é linear que um corpo gordo seja hipertenso ou diabético e um magro ausente de tais indicadores. A genética e o metabolismo interferem na definição do corpo e da sua gordura e, apesar de estarem aqui uns perímetros abdominais perigosos, na maior parte dos casos estamos mesmo a falar de mamas grandes. Isso não é ser gorda... O Dailymail vestiu as mesmas peças a mulheres normais. A Curvy Kate provocou a Victoria Secret com corpos de todos os tipos. E a Dove, sem ter nada a ver com isto, lançou um novo vídeo que nos faz re-avaliar a nossa auto-percepção. Never average. Right?...

#ImNoAngel #ChooseBeautiful

Abre-te

so?