olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida.

do etéreo eterno

Há dias, de passagem pelo LX Factory, cruzei-me com a Bergue&Co. Olhei a montra e segui. Dei uns passos atrás e olhei novamente. Entrei. As formas são diferentes e isso despertou-me a curiosidade. Sempre fui pessoa de brincos, colares e pulseiras. Muita fancaria, muito pechisbeque, coisas que em pouco tempo ficavam feias. Tão etéreas quanto a moda que as colocava na ribalta.

Depois mudei. Cansei-me de perder tempo a escolher os acessórios. De ir às lojas. De procurar. De gastar dinheiro que acabava no lixo. Refinei as escolhas. Sofistiquei os materiais. Cheguei à conclusão que é preferível gastar mais, com peças melhores. Que são eternas e não etéreas. Ou, pelo menos, eternas até ao momento da exaustão. Acho que tem muito a ver com a definição do nosso estilo, que demora a acontecer. Especialmente no que a acessórios diz respeito. Agora tenho as peças eternas e as semi etéreas, peças definitivas e outras cujo objectivo não é uma vida, mas apenas uma parte dessa vida.

Acho que a Bergue&Co se enquadra na primeira opção. São peças em prata, produzidas manualmente, com um design exclusivo e materiais de primeira qualidade.

O espaço é maravilhoso. Depurado e simples, como o design das peças que são criadas aqui, na LX Factory. Pensei estar perante preços de autor mas surpreendi-me ao verificar que, na sua maioria, não ultrapassam os dois dígitos. Deixei-me apaixonar por esta que é também, uma história de amor. Sozinha na loja, tive a atenção total de Jean Antoine, francês casado com Anne Bergue, a criativa belga que desenha as joias. Também eles se apaixonaram por Lisboa e o nosso estilo de vida. Estão por cá há dez anos e destacam a luz, as pessoas e a nossa forma descontraída de estar. Tudo isso os inspira. A mim também. Sobretudo este design quase escandinavo com um toque do charme francês que se traduz em peças demasiado bonitas para se limitarem à montra da loja. Para usar e abusar. Sem medo. São da categoria eternas...

#eterno #design #bergue&co

Correr cansa. Mesmo quando dizemos que não.

Correr cansa. Mesmo quando dizemos que não.

com sementes não parece (tão) mal...