Yoga pose PC.png

urbanista

finding your bliss

Girls who are boys... who love boys to be girls...

Girls who are boys... who love boys to be girls...

cantavam os Blur, em 1994, numa daquelas musiquinhas que ficam no ouvido e que, aparentemente, não são mais do que apenas isso, uma musiquinha para trautear enquanto não chega o autocarro. O texto de hoje ia começar de forma bem mais catchy e corny mas, quando me sentei a escrever, o refrão assaltou-me, saltando directo para o título.

O inconsciente é uma coisa tramada...

Hoje conheci o Kiko (a.k.a. Kiko is Hot) e, antes que façam qualquer afirmação, calem-se. Aprendam a observar, sem serem observados, e a ouvir de mente aberta.

O Francisco, que é também o Kiko, como eu sou a Paula e também o Urbanista, é a pessoa que todos queremos ter na nossa vida. Não somos amigos mas tenho a certeza de que é um bom amigo. Com uma inteligência e humor subtil, vê mais longe do que a maior parte de nós. Afirmei-me uma pessoa demasiado normal e coloquei em cima da mesa as perguntas que sempre quis fazer a quem, do alto da sua normalidade, é visto de forma anormal (em itálico porque, simplesmente, não gosto da palavra). 

A sociedade precisa de categorias para se estruturar e fomos, ao longo dos tempos, aceitando que eram essas as definições correctas. Admiro o Kiko porque não desafia as categorias pela irreverência mas porque, simplesmente, não se encaixa em nenhuma, questionando os limites de cada uma delas. E se pensarmos bem, biologia à parte, obviamente que na maior parte de nós o lado feminino ou masculino pesa mais, com alguns homens com cenas muito gaja, e gajas a quem os gajos chamam frígidas porque agarram o burro pelos cornos e não toleram muita bullshit que esses mesmos gajos querem impor. É de relações que estou a falar e isso daria toda uma outra conversa porque esta, que está para sair no podcast urbanista, é mesmo sobre a forma como a sociedade tentar definir-nos, bem como  a importância de nos conhecermos, para sermos capazes de nos definirmos para lá do que nos dizem que está certo ou errado... 

Girls who are boys
Who like boys to be girls
Who do boys like they're girls
Who do girls like they're boys
Always should be someone you really love

 

Eco style. Love style

Eco style. Love style

Maminhas

Maminhas