olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida urbana.

Groundbreaking...

Groundbreaking...

Foto: @bustle

Foto: @bustle

Continuamos em fase de regressos e recomeços, como se o Verão se arrastasse demoradamente até chegar o Inverno. Há muito que o Outono se transformou num (quase) Verão tardio, empurrando as lãs para o final de Novembro. Nas montras, o mesmo de sempre, acompanhado pelas revistas, os blogs e os sites, que mostram o que ditam as tendências. Sobre tendências não preciso falar porque não falta onde encontrar quem nos diga o que vestir e como combinar. Estou num daqueles momentos em que não me interessa nada folhear as revistas de moda para saber que os veludos combinados com tecidos que imitam a seda vão estar na rua, que o minimalismo do Verão vai dar lugar a um certo barroco inspirado em épocas que fazem recordar 1980. Os body's que Jane Fonda usava para aeróbica, as mangas largas e volumosas, a explosão de cor, as cinturas marcadas e apertadas, juntamente com os plissados dos anos setenta, sapatos e sandálias que recuperam os anos sessenta, bem como o xadrez que eu usava na escola. Faltam os enchumaços. Não por muito mais tempo, provavelmente...

Definitivamente... Groundbreaking...

A moda é algo diferente do estilo o qual, inevitavelmente, depende da roupa que escolhemos usar. Talvez por isso as questões de estilo sejam tantas vezes confundidas com a moda e as tendências. A moda é o que se usa e é composta por diversos estilos razão pela qual o estilo não deve submeter-se à moda, integrando-a de acordo com critérios que são absolutamente individuais. É por isso que não vale a pena sair a correr para comprar o que está na moda mas, antes, aguardar percebermos que aspectos dessa moda se enquadram no nosso estilo. Vale para tudo. Incluíndo a roupa que vestimos.

#BodyLoving

#BodyLoving

Ginásios, treinos e vergonhas

Ginásios, treinos e vergonhas