olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida.

Se a vida te dá um smartphone, FILMA!

Se a vida te dá um smartphone, FILMA!

Sara tem 16 anos e um smartphone. Para além disso, tem a criatividade necessária para transformar o banal em imagens fortes capazes de contarem uma história em poucas palavras. 

Esta estória também se conta de forma rápida: uma adolescente, uma emigrante, um smartphone e uma ideia transformada numa curta metragem premiada em Israel e nos Estados Unidos. À prova que, com criatividade e iniciativa, o mundo acontece! Parabéns Sara Eustáquio!

Ler notícia  

#GirlsRule

Sara não é caso único. Da mesma forma que o aparelho no qual escrevo este artigo serve tanto para telefonar como para criar um urbanista - o qual faço quase inteiramente recorrendo a aplicações móveis - e serve, também, para fazer uma tangerina ou, melhor, um filme chamado Tangerine que contraria a ideia de que dependemos de financiamentos, técnicos e tecnologia para criar. Não dependemos. Dependemos apenas de nós.

Sean Baker contrariou o seu orçamento limitado recorrendo a um iPhone 5S para filmar, com uma aplicação para o efeito, uma steadycam e lentes adicionais. O resultado surpreendeu-o e surpreende porque, não sabendo, não se percebe. O filme é de uma enorme crueza sobre aprostituição  transgénero em Los Angeles. Como a Sara, também Sean conta uma história que nos aproxima das personagens. Afinal, o mundo real é sempre menos cor de rosa do que pensamos...

Ler notícia

Se um bebé incomoda muita gente...

Se um bebé incomoda muita gente...

#EAT: Ground Burger

#EAT: Ground Burger