olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida.

Afinal é tudo mentira.

Afinal é tudo mentira.

Não vivemos a vida real. Porque a vida real apresenta-se de múltiplas formas e feitios.

Começar por dizer que fui à praia pode ser tudo, menos surpreendente. Com o calor instalado, pouco mais há a fazer: sombra, ar fresco e água. Chegar à praia às seis da tarde é garantia de lugar para estacionar, e espaço para a toalha, sem o calor abrasador do meio-dia. É também garantia de ideias arrumadas e tempo para ler, em casa, de janelas abertas para deixar o (pouco) ar entrar, enquanto nos estendemos no sofá. No entanto, independentemente da hora de chegada, a praia tem também outro predicado: as pessoas que lá estão. Que são tudo menos como mostram as fotografias dos catálogos de fatos de banho e, menos ainda, como mostram os anjos da Victoria Secret. Qual será, então, o segredo bem guardado desta marca?

  • Retocar
  • Corrigir 
  • Trocar
  • Vender
Da série: Imagens por retocar

Da série: Imagens por retocar

Sarah is eager to share her behind-the-scenes intel with the world. “I know what I’m doing is wrong and that’s a huge part of why I’m not doing it full-time anymore,” she says. She wants us to understand just how unreal the bodies we see are, from head to toe (literally). At the same time, she wants us to understand our own role in propagating these images. “As a society,” she says, ‘we’re the ones who choose this’.
— "Sarah" (fake name) to Refinery29

A "Sarah" (nome fictício para protecção da sua identidade) decidiu vir a público contar os segredos das imagens da Victoria Secret que, são, no fundo, os segredos das imagens que publicamos e compramos todos os dias. Retocamos e corrigimos boa parte do que publicamos nos sites de redes sociais porque uma imagem bonita garante mais visualizações e o que queremos, na verdade é esse reconhecimento social que hoje nos chega sob a forma de corações e outras expressões de (suposto) afecto. Driblamos as nossas inseguranças porquê e para quê? Na maior parte dos casos, para nada. Outras vezes, com a esperança, velada, de que as marcas reparem em nós e nos transformem, subitamente, em lifestyle bloggers para vivermos o mundo de sonho que o retoque tem para nos dar.Precisamos mesmo disso ou podemos chegar à praia, tirar a roupa e assumir o corpo que temos?

Os detalhes dos retoques da Victoria Secret, no artigo da Refinery29

Os detalhes dos retoques da Victoria Secret, no artigo da Refinery29

Maminhas ao léu

Maminhas ao léu

Amigos. Amigas.

Amigos. Amigas.