olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida urbana.

Preguiça? Coffeeshop.

Preguiça? Coffeeshop.

Por vezes, o trabalho pode ser muito aborrecido. Mesmo para aqueles que têm a sorte de ter aterrado no seu dream job, com uma dream team, num magnífico working space... Há tarefas que são simplesmente... chatas. Outras exigem muita atenção. Outras exigem concentração. Normalmente, há sempre alguém que interrompe, um telefone que toca, um colega que faz... qualquer coisa, cuja presença, naquele preciso momento, incomoda. A culpa nem sempre é dele, por vezes é nossa por não nos conseguirmos abstrair. Solução?

 

Mudar de lugar. Mudar de ambiente. Acrescento a ideia que resulta de uma pesquisa sobre controlo cognitivo conduzida por psicólogos da Vrije Universiteit e da KU Leven, ambas na Bélgica, que indica que somos mais produtivos em coffeeshops porque o ambiente é propício e o esforço de concentração contagiante.

Duas coisas que daqui resultam: a inflexibilidade de algumas empresas deveria ser revista porque nem sempre o trabalho tem de ser presencial ou desenvolvido naquele local; a incapacidade de tantas empresas em compreenderem a necessidade que alguns dos seus profissionais têm de expansão e liberdade, bem como de adaptação dos horários ao ritmo circadiano de cada um. Para quem produz mais e melhor à noite é muito difícil ser produtivo às nove da manhã...

 

De (muito) gorda a magra. Fit is possible if you want to.

De (muito) gorda a magra. Fit is possible if you want to.

A nossa família é maior do que pensamos: the DNA journey

A nossa família é maior do que pensamos: the DNA journey