olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida.

 X razões pelas quais as mulheres pintam o cabelo

X razões pelas quais as mulheres pintam o cabelo

Que as mulheres pintam o cabelo, todos sabemos. A questão que se impõe é: porque é que as mulheres pintam o cabelo?

Não há uma razão única. Provavelmente para tapar os brancos mas entre todas as razões para o fazerem, talvez a principal seja: "porque lhes apetece". Aplica-se a cada uma de nós, a quem apontam o dedo em silêncio e às mulheres a quem apontam o dedo publicamente, esquecendo-se que toda a acção provoca uma reacção. Por esta altura, uma tal de Reis Fátima já teve ter migrado para outros sites de redes sociais porque, durante as próximas horas, não será bem-vinda no Facebook.

A estória conta-se em poucas palavras: Mariza, a fadista, publicou um vídeo em que canta com Mika, num restaurante. Aquelas publicações espontâneas, inconsequentes mas muito giras que todos fazemos. Geram muitos views e muitos likes e ficamos todos contentes. Do nada, eis que uma senhora questiona Mariza sobre a cor do seu cabelo, sugerindo-lhe que voltasse à sua cor natural, preta, uma vez que as suas origens são africanas.

Pena isto não ser rádio porque neste preciso momento entraria aqui o HELLOOOOOO da Beatriz Gosta (soa assim, escutem). Cá vai:

Helloooooo?!.....

Primeiro: lá por ter raízes africanas não quer dizer que seja preta ou que tenha cabelo escuro.

Segundo: sendo, não tem de viver a vida toda com a mesma cor de cabelo.

Terceiro: está no seu direito e assiste-lhe a liberdade de pintar o cabelo da cor que quiser.

Quarto: que atire a primeira pedra quem nunca ousou pintar o cabelo (e sim, tintas que saem com as lavagens também contam).

Curioso... não vejo pedras no ar...

Quinto: WTF?! Não é da sua conta cara Reis Fátima.

Sexto: a publicação da Mariza não era sobre cabelo, não era a Mariza a pintar o cabelo e, mesmo que fosse, alguém pediu a sua opinião?

Outro pormenor... Uma loura não pode passar a morena e vice-versa? Quem tem caracóis não os pode esticar? E quem tem cabelos lisos não os pode encaracolar? Just saying... Brincar com o cabelo e a nossa aparência? No can do!

Finalmente, não é por uma publicação ser pública que temos o direito de comentar e escrever o que bem entendermos, de ajavardar o mural dos outros, de opinar porque sim. O tempo é da liberdade de expressão mas para que esta perdure há que saber utilizá-la, negociando entre a nossa liberdade e a liberdade dos outros. Se este é um não assunto, como também já se comentou? É. Mas é também uma oportunidade de deixar muito claro para quem tem dúvidas que é tempo de aceitarmos e respeitarmos: a liberdade individual, as escolhas individuais, a raça, o credo, a cultura.. É também tempo de concedermos espaço às mulheres e de as libertar desse exagerado escrutínio social que esta senhora tão bem representa.

Comer para emagrecer? Yes we can.

Comer para emagrecer? Yes we can.

O urbanista aos olhos dos outros. Through your eyes...