olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida.

Workout (in) style

Workout (in) style

Que sou assim a atirar para o Fitness Freak e que o Urbanista tem como bandeira o estar bem e o bem estar já vocês sabem. Mas se calhar nunca perderam muito tempo a pensar na importância da roupa que vestem quando praticam exercício. Não faço parte do grupo da t-shirt velha e debotada, mas também não compro as últimas colecções de roupa e acessórios de Fitness. Como em quase tudo, situo-me no meio termo que o bom senso costuma definir, investindo na medida das minhas possibilidades e necessidades. Mas duas coisas garanto: o tipo de roupa que escolhemos contribui mais do que pensamos para a nossa motivação e empenho; há peças fundamentais para garantir bem estar e evitar lesões. 

As perneiras, esse ícone proclamado pela Jane Fonda nos tempos da aeróbica dos anos de 1980 regressaram depois de anos escondidas. E se não fazem parte do vosso gim gear, deveriam fazer. Ou nunca repararam nas meias até ao joelho do pessoal do running? Estilo? Tribo? Não. Coerência. Naturalmente que a necessidade de usar - ou não - perneiras, depende do tipo de exercício que vamos praticar. No caso da dança e modalidades relacionadas são fundamentais. Quando os músculos que mais solicitamos não são devidamente protegidos, a possibilidade de lesão é maior, o rendimento menor e o desconforto aumenta. No dia seguinte as dores podem ser mais intensas, a motivação diminui e voltamos à espiral do costume: não vou porque me dói, dói porque não vou.

Quando dançamos, muitas vezes estamos de frente para o espelho, esse cruel inimigo que nos mostra o que parece ser o pior de nós e que mais ninguém vê. Contudo, quando a música começa a tocar e os movimentos se iniciam em sequência, não há nada melhor para a nossa auto-estima do que ver um corpo que mexe e balança com estilo. Se a isso juntarmos conforto e segurança, pairamos no ar, independentemente de conhecermos a coreografia. As perneiras aquecem a terrível zona do tornozelo e os gémeos (sempre disponíveis para uma lesão), o calor expande-se garantindo a protecção, pelo aumento desse calor, das coxas e virilhas. Cá em cima, no tronco, a temperatura também aumenta e quase explode quando nos focamos neste princípio da dança em que corpo e mente são apenas um.

Presentes para o natal: as boas ideias

Presentes para o natal: as boas ideias

Barbie doll

Barbie doll