olá.

bem vindos ao urbanista, um magazine de estilo que assume opiniões sobre temas da vida urbana.

Lê-se 'be cooque', que é o mesmo que dizer, vai cozinhar!

Lê-se 'be cooque', que é o mesmo que dizer, vai cozinhar!

Muitos dos que seguem o urbanista no Instagram conhecem-me por algumas invenções culinárias que partilho no stories e, especialmente, pela mistura de frutas e vegetais transformados em sumos e smoothies. Supõem, também, que tenho dotes de culinária ou que sou uma cozinheira de mão cheia. Não exactamente...

Na verdade, cozinho porque tem de ser, porque é preciso e, principalmente porque essa é a forma de garantir uma alimentação saudável cá em casa. Mas dá trabalho, obriga a uma criatividade diária e, por vezes, só apetece sentar no sofá da sala e encomendar uma pizza. Daquelas nada saudáveis que depois pesam no estômago, na consciência e em tudo. Quem nunca? 

Convidaram-me para conhecer um novo projecto que não é culinária,  não é um serviço de entregas ao domicílio e, muito menos, (mais) um site de receitas. Em boa verdade, é isso tudo.

Na cozinha invento tanto... Raramente sigo receitas e, quando as utilizo, servem apenas de inspiração... Obviamente que nem sempre corre bem! Talvez por isto, quando percebi que teria de seguir uma receita pensei de imediato que seria uma grande seca. Não é. Chama-se bcook e é um projecto nacional, muito interessante, que nos entrega em casa uma caixa com tudo pronto para cozinharmos uma refeição, nas quantidades certas e os ingredientes devidamente acondicionados (usando papel e plástico reciclado).

Como estava enganada... A razão pela qual invento tanto é simples: nem sempre tenho todos os ingredientes ou não os tenho na quantidade necessária! Foi preciso aparecer a bcook para o perceber porque, com esta caixa, não só escolho a receita como me enviam os ingredientes na medida certa. Assim vou seguir as receitas da Mónica Pereira, chef por vocação (vencedora do Chefs Academy 2014) cujas criações se desenvolvem em conjunto com a nutricionista Tânia Barbosa e o chef Joe Best, responsável por encontrar os melhores ingredientes. Quem não conhece Joe Best não percebe nadinha de comida. E quem ainda não provou as receitas criadas pela Mónica é um ovo podre!

Ontem experimentei isto tudo e fiquei muito satisfeita porque, perante a ideia de não ter de fazer o périplo dos quatro mercados e supermercados nos quais me abasteço, associada ao "não pensar" que daí resulta, receitas altamente inovadoras, com ingredientes da época, saudáveis e combinações improváveis, façam favor de me entregar uma caixa com refeições para toda a semana. Todas as semanas. Obrigada! 

To meditate: essa é a questão

To meditate: essa é a questão

Come a carninha toda filha...

Come a carninha toda filha...