Dia da Terra e um certo retorno ao passado...

No Dia da Terra, data criada em 1970 com o objectivo de chamar à atenção para os problemas da contaminação, conservação da biodiversidade e todos os problemas ambientais que podem pôr em causa a vida no planeta Terra, nada melhor do que um episódio urbanista com os pés assentes no presente, os olhos no futuro e o coração no passado. Se pensarmos bem, o retro, o vintage e a recuperação de práticas antigas está em todos os domínios da vida contemporânea: na moda e nas tendências fashion, o retro style é o style do momento mas, também, nos filtros que usamos no instagram, no regresso da Polaroid e das filmagens ao estilo da década de 1970, dos skates e das longboard, os pavimentos das cozinhas e casas de banho, os azulejos que recuperam tradições marroquinas e as misturam com ares europeus mais contemporâneos, os caftans ao vento como se fossem novidade, os cabelos, a maquilhagem e em muitos outros aspectos, a vida grita um enorme pára e volta atrás. 

É assim o exemplo que hoje vos trago: uma casa à moda antiga, na qual a palavra família fala mais alto e o apego às tradições define o conceito daquela que é a Casa do Pico. Escutem a Carlota Appleton a falar com o coração sobre este projecto de família, e a mostrar-nos que, afinal, é fácil ser feliz com pouco: a luz que enche a Casa do Pico é metade do que precisamos para lá chegar.